Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Passos do ciclo vida morte vida

por Ivone Neto, em 29.03.13

Ele encosta-se ao sofá, parede ou em qualquer móvel que lhe conceda um apoio para que ele fique firme. Olha com atenção plena em minha direção e segue com seu sorriso confiante. Um, dois, três, quatro e chega me abraçando. Ele tenta, cai, levanta, vai treinando e assim ganha cada confiança para ampliar o passo a passo aprendiz.

 

Os primeiros passos do Arthur tem um simbolismo diferencial na minha trajetória maternal. É o meu terceiro filho e completa minha tríade. Seus passos presentes formam um laço com o passado da experiência com as minhas filhas e me conecta ao futuro. Percebo que o caminho é entrelaçado e que o tempo de cada filho é distinto e, ainda assim, há uma comunhão nesse processo de transformação. É uma relação questionadora por essência porque participar do crescimento de suas fases também nos inspira a continuar crescendo. Sim, crescemos por dentro ampliando o conteúdo no desenrolar da relação de troca.

 

Ser mãe nos permite sentir com todas as dores e alegrias a presença da vida e a certeza da morte. E quantas vezes morremos e renascemos em nossa jornada? Muitas. A Isa tem perguntado com frequência quando eu vou morrer? Eu insisto em responder de que continuarei viva em seu coração. Ao ver o Arthur andando a pergunta da Isa saltou em meu coração. Que link tem essa cena com sua questão? Muitos. A morte tem muitas faces e a consciência de que, como diz certo poema de Cecília, “um dia estarei mudo, mais nada” me faz refletir muito sobre a relevância de respirar o hoje e sentir a grandeza de cada dia.

 

Nessa singular data dos primeiros passos do Arthur, meu coração ficou enternecido com sua vivacidade. A Isa, ao meu lado, com seu sorriso doce, compartilhou da alegria desse momento. E o riso compartilhado contagiou o ambiente de energia feliz. Sei que nossos passos seguirão no ritmo crescente do perene ciclo vida-morte-vida porque a vida é mais e menos em diferentes contextos.

publicado às 00:22


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D