Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As roupas que não servem, a menina que cresce

por Ivone Neto, em 20.09.17

Mãe eu sempre fui a menor da sala desde o pré. Eu respondo: Tudo bem filha ser pequena, eu fui até a faculdade. Isso nunca me incomodou, nasci pequena e segui assim. Sou a mais velha e menor dos irmãos e penso que dos primos (as) também. Hoje a Isa já está mais resolvida sobre isso, também como eu, minha Isa senta na carteira da frente da sala, por causa da altura e problema de visão. E nesse último quesito já lida com mais segurança com sua deficiência. Esse ano quando fui conversar com a professora sobre sua deficiência, ela me disse emocionada da sua desenvoltura na apresentação inicial do ano e de como falou com firmeza da sua deficiência visual. E, claro, eu fiquei muito emocionada.

E por ela ser pequena suas roupas duram bastante. Esse ano, ela deu uma esticada e muitas se perderam. Na verdade nem é perda porque doamos para a prima menor. Sim, aqui em casa o desapego é prática contínua. Fizemos uma limpa no guarda roupa e ela ficou quase sem nada. Hoje ela colocou um short e nós rimos juntas de como ele tá pequeno. E foi colocar o chinelo e ficou a metade dos pés pra fora. Teremos que comprar roupas e um novo chinelo para a primavera verão. Hoje ela usou meu chinelo e “ficou quase certinho mãe”. Sim, ela está crescendo. Minha menina das águas com sua sensibilidade refinada floresce na sua caminhada crescente.

Isacresce.jpg

 

publicado às 17:05

sobre a saudade dos pequenos

por Ivone Neto, em 04.08.17

Quando olho as fotos deles pequenos bate sim uma saudade. Cada um nasceu em uma fase, cada gestação diferente e cada filho tem sido uma bênção na minha jornada aprendiz. Eles crescem, mas aquele cheiro de bebê fica cravado nas narinas. O sorriso, o sentar, engatinhar, andar, as gracinhas que tanto enternecem nossas vidas são memórias tão doces. Uma mãe é arrebatada por um amor tão intenso que não há medida, a não ser o infinito que se aproxime dessa intensidade atemporal. E cada dia ele tem a capacidade de evoluir.

A minha primogênita hoje tem 23 anos e suas asas nos pés a conduziram para longe e, no entanto, nossa proximidade é tão ímpar. Ela é enigmática por essência. Todas as noites ainda têm aquele cheiro e a oração, mesmo em telepatia.

Minha Isa, que parece nasceu ontem, acaba de completar 9 anos. E ainda canto a canção de ninar que criei para minha menina das águas, com sua elementar lua. Inteligente e especial por natureza, ela é o laço que conecta a tríade.

E para fechar, tem o menino Fogo de 5 anos, o nosso elemento surpresa cuja energia contagia toda família. Sua mágica alegria tem o dom de despertar sorrisos. O brilho do seu olhar reflete seu humor refinado com uma beleza tocante.

 

O amor por esse trio é base das minhas forças. E, mesmo naqueles dias em que o cansaço é extremo, em que a saudade aperta, em que a dor atormenta, eu agradeço entre risos e lágrimas, a dádiva de ser mãe de uma tríade tão sagrada. E que eu tenha o privilégio de seguir acompanhando os passos das minhas meninas e do meu menino.

18921730_1800258490289420_459038216898794605_n.jpg

 

publicado às 19:50

Elo de Grandeza

por Ivone Neto, em 13.01.11

Ser mãe nos dá um sentido de grandeza diante do desafio que temos por toda a vida. Acompanhar os passos dos filhos é uma rica oportunidade de aprendizado. Tenho duas filhas com idades bem distintas. Uma com 16 anos e outra com 2 anos e meio. Minha Bruna escreve e me emociona com suas letras carregadas de intensidade. A Isa tem uma energia pulsante e seu sorriso enche nosso lar de felicidade.


A Bruna está numa fase de crescimento e sei que esse período será determinante para a sequência de sua jornada. Ela está “encontrando a pele de sua alma” e esse processo é, sem dúvida, muito precioso. Quanto mais ela estiver próxima de si terá clareza e desenvolverá sua capacidade de realizar seus sonhos. Tenho muito orgulho de suas percepções e do modo como ela expressa suas leituras. Sei que sentirei saudades de sua presença física quando ela estiver viajando pelo mundo. Por outro lado, tenho certeza de seu sucesso e de que ela encontrará seus tesouros pelos caminhos que percorrer.


A Isa diz que já é grande e ai de quem duvidar. “Sou gande”. Ela fala de uma forma tão decidida que me encanta. É uma sensação que emana uma presença firme e uma crença fiel. Que esse sentimento de grandeza evolua cada vez mais fortalecendo seu espírito questionador. Ela é uma criança que tem um olhar vibrante, cujo brilho, é tão especial que inunda minha alma de luz. É uma visão do coração e sei que nele há vida e amor em abundância.


A Isa saindo das fraldas. A Bruna navegando por seu universo. As duas revelando que o tempo é atemporal para o amor. Minhas filhas são estrelas na constelação de minha vida. Há um elo de grandeza entre nós.

Minhas filhas Bruna e Isabelly, meu elo sagrado de amor

publicado às 22:38

Fase de mudanças e muito aprendizado

por Ivone Neto, em 27.05.10

Minha filha Bruna já tem 16 anos e está em uma fase de profundas mudanças e aprendizados. Amizades e amores, alegrias e tristezas, lágrimas e sorrisos, certezas e incertezas, novas percepções, experiências, afinidades e descobertas. Nessa trilha vai se descortinando cenários que tocam seu coração e que vão fazendo diferença nos seus capítulos.

Observo, rezo e procuro acompanhar respeitando sua abertura para falar e compartilhar seus sentimentos e sensações. Sei que ela é muito intensa, também, regida pela enigmática Vênus e pelo Elemento Terra, tem uma combinação poderosa que se revela em belos traços, olhar marcante e sorriso contagiante. É uma fase de transição e sei que é muito importante para desenhar o roteiro de seus próximos passos.

Minha menina está tornando-se uma Mulher e suas letras são tocantes. É uma mistura de sentimentos que me ensina e é um grande desafio acompanhar esse processo. Olho ela crescendo e ao mesmo tempo enxergo a criança que habita em seu ser e espero que sua essência esteja sempre lá impulsionando sua alegria para descobrir a beleza da vida. Muitas mudanças irão ocorrer e cada passo se tornará uma Fortaleza na sua história.

A ela, minha amada filha, todo meu amor e incentivo para que acredite nos seus sonhos e os realize com muito sucesso e plenitude.


Te amo Filha!

publicado às 12:24

1 mês depois

por Ivone Neto, em 23.10.09

 

e a Isa ainda lembra do “Tetê”. Não chora mais, mas de vez em quando na hora de dormir diz com tom dengoso “Tetê”...e carinhosamente eu a abraço e mudo o rumo da conversa com uma canção de ninar, uma brincadeira...o laço da amamentação é forte.

Dessa vez consegui amamentar bastante, 1 ano e 2 dois meses e sei que esse processo foi importante para a saúde da minha criança. Agradeço todos os dias por ter uma filha saudável, alegre e tão cheia de energia. Ela tem um “gás” que contagia a casa.

Ela adora a rede ou “dede” como chama. Ontem o pai a fez ninar na varanda. O leve balanço da rede e a voz do papai acalmaram a Isa que estava chorosa. Ela estava com muito sono e ao mesmo tempo quer brincar e percebo que isso a deixa irritada por não compreender que seu corpo quer descanso. Mas, aos poucos, como se fosse mágica os olhos vão fechando e ela se aconchegou na rede como um anjo.

Dormiu a noite inteira no berço e acordou, como sempre, logo cedo chamando mamãe, depois papai, papo, Nane e já correu descalça pelo chão. Da fase de só querer ficar trocando de sapato para a de andar descalço o tempo todo. E se ela ver água então fica sapateando. Como ela adora água, os olhos brilham, o sorriso desperta e toda sua atenção fica ali concentrada. Se deixar ela fica horas dialogando com seu elemento.
E a Isa é assim, puro movimento, afinal, as águas seguem seu ritmo da nascente, riacho, rio, mar e o ciclo reinicia...

publicado às 11:50

Desmamar

por Ivone Neto, em 25.09.09

 

Não é fácil desmamar. É mesmo dolorido. Dói ver o choro do bebê, dói o peito, dói tudo. Mas é uma fase necessária. Estou nesse processo e ter paciência é essencial.

Tem momentos que precisamos de uma dose extra de coragem para vencer certos desafios. E nesses períodos, quando as vezes pensamos que vamos esmorecer, vem uma força que brota de dentro e nos mostra que temos sim como vencer as dificuldades.

A confiança tem sido minha aliada. A fé minha Fortaleza e o amor meu alicerce. Minha bebê está crescendo e sei que suas lágrimas logo cessaram. A música auxilia bastante, quando canto ela fica calma e o choro vai indo embora, os olhos começam a fechar e abrir mais lentamente e seu corpo pequeno vai adormecendo. E o sono é como um bálsamo de tranqüilidade.

Quando ela dorme, rezo baixinho e agradeço. Vem o sorriso e me aconchego em meu canto para também adormecer e renovar as energias. Amém!

publicado às 14:56

As primeiras palavras e o gosto por calçados

por Ivone Neto, em 27.08.09

Mama, papa, Abu, nane, alô e agora disparou a falar. Ela observa e depois fala. Eme para dizer que é meu, emem para dizer amém. É divertido vê-la aprender. É inspirador.

E a Isa adora sapatos, ninguém pode ficar descalço em casa, tem que calçar o papato. É um charme vê-la apreciando o “papato”. Ontem a levei em uma loja de calçados e foi muito engraçado ver seus olhos correndo pela prateleira. Pegava um, pegava outro e teimou de experimentar um que não cabe mais nem no dedinho dela.


E eis que sua escolha foi maravilhosa. Um tênis verde com detalhes rosa. Delicado, lindo no seu pé que ela chama de “P”. E mostrava para todos em casa levantando o “p” que estava de “papato” novo. Já vou avisar que quem quiser presentear a Isa é só comprar calçado que ela vai amar.
Essa fase de 1 ano 2 dois meses em breve é mesmo do início de muitas descobertas. O paladar dela é muito criterioso. Temos que inventar para ela experimentar. Seleciona os sabores, observa os detalhes, cheia de energia, a Isa é assim, uma linda menina das águas. E as águas estão sempre em movimento.

publicado às 21:27


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D