Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As roupas que não servem, a menina que cresce

por Ivone Neto, em 20.09.17

Mãe eu sempre fui a menor da sala desde o pré. Eu respondo: Tudo bem filha ser pequena, eu fui até a faculdade. Isso nunca me incomodou, nasci pequena e segui assim. Sou a mais velha e menor dos irmãos e penso que dos primos (as) também. Hoje a Isa já está mais resolvida sobre isso, também como eu, minha Isa senta na carteira da frente da sala, por causa da altura e problema de visão. E nesse último quesito já lida com mais segurança com sua deficiência. Esse ano quando fui conversar com a professora sobre sua deficiência, ela me disse emocionada da sua desenvoltura na apresentação inicial do ano e de como falou com firmeza da sua deficiência visual. E, claro, eu fiquei muito emocionada.

E por ela ser pequena suas roupas duram bastante. Esse ano, ela deu uma esticada e muitas se perderam. Na verdade nem é perda porque doamos para a prima menor. Sim, aqui em casa o desapego é prática contínua. Fizemos uma limpa no guarda roupa e ela ficou quase sem nada. Hoje ela colocou um short e nós rimos juntas de como ele tá pequeno. E foi colocar o chinelo e ficou a metade dos pés pra fora. Teremos que comprar roupas e um novo chinelo para a primavera verão. Hoje ela usou meu chinelo e “ficou quase certinho mãe”. Sim, ela está crescendo. Minha menina das águas com sua sensibilidade refinada floresce na sua caminhada crescente.

Isacresce.jpg

 

publicado às 17:05

O melhor amigo

por Ivone Neto, em 05.09.16

Ela já vinha pedindo há dias pro Gustavo ir passar o dia lá em casa. Trouxe o telefone da mãe dele, fiz contato e marcamos finalmente o tão esperado sábado. Ela passou a semana inteira contando os dias pro sábado chegar. Acordou cedo como de costume e ficou de olho no relógio. Com um pequeno atraso eles chegaram e ela ficou radiante de tanta felicidade.

Como é gracioso observar a refinada amizade dos dois nas brincadeiras, risadas e conversas. A alegria do encontro do dia ficará marcada na memoria coração. A Isa cultiva seus laços amigos com muito carinho. Desde o dia que ouvi: “Mãe esse ano não tenho melhor amiga na sala e sim melhor amigo. O Gu é especial.” Já senti que essa amizade é preciosa. Eu respondi: Você também é muito ESPECIAL.

Minha menina das águas, com sua profundidade emotiva, quem cativa seu coração, ganha amizade e amor por todo sempre!

14249021_1153615408042392_740098197_n.jpg
A Isa e o Gu brincando

publicado às 14:17

As amizades na escola

por Ivone Neto, em 20.06.16

A Isabelly tem muitos amigos e amigas. Na época da educação infantil (ai meu coração palpita em pensar como ela tá crescendo), na escola Raio de Luz sempre foi comum encontrar as mães e ouvir: “ah você é a mãe da Isabelinha, minha filha (o) fala direto dela”. Ontem estive com ela na festa junina da escola atual, já está no 2º ano e muito bonito vê-la encontrando os amigos e amigas, os abraços, as brincadeiras, as gargalhadas, a correria. Ao ver o Gustavo ela exclamou: “mãe olha meu amigo Gustavo”. E conheci a mãe e o Gustavo. E adivinha o que ouvi: “Nossa o Gustavo fala muito da Isa”.

Os laços afetivos que as crianças tecem encantam meu coração. O carinho com a professora também é tocante. A despedida anual é sempre dolorida e emocionante. Todo final de ano encerra o ciclo e fica a expectativa do seguinte: “mãe será que minha turma vai ser a mesma?”.

A Isa tem amizades desde o maternal, hoje em diferentes escolas, e seguem amigas. E penso que ela vai ser daquelas meninas que carregará amigos como bagagem valiosa por toda vida!

13479758_1618209675160970_363308345_n.jpg
os amigos de sala: Isa e Gustavo 

publicado às 20:13

Reflexões da reunião escolar

por Ivone Neto, em 27.04.16

Empatia, respeito, afeto, são elementos que colaboram no processo de aprendizagem. Porque aprender vai muito além da teoria, técnica, número, letras...  Tem que priorizar conexões refinadas que despertem o prazer no aprendizado, estimulem a criatividade e troca de experiências. Hoje, na reunião escolar do meu pequeno Arthur, lembrei-me de um trecho do livro que estou lendo do Augusto Cury:

“o sistema educacional clássico está doente, formando pessoas doentes para uma sociedade estressante, pois leva os alunos, da pré-escola à pós-graduação, a conhecer milhões de dados sobre o mundo em que estamos, mas quase nada sobre o mundo que somos, o planeta psíquico.”

Parabéns Raio de Luz por realizar os projetos conectando diferentes áreas do saber, com auxílio da psicologia e outras disciplinas, inserindo atividades que aproximam os atores desse universo escolar: pais, professores, alunos e todo corpo da escola que é como um ser vivo. Respeitando o ritmo de cada criança, agregando valores ao exercício aprendiz porque aprender com sentido é o melhor caminho para seguir melhorando.

banner2.jpg

 

Logo do projeto 2016 da Escola Raio de Luz. Crédito imagem clique aqui

publicado às 14:39

O passeio da escola

por Ivone Neto, em 23.03.16

Ele12744278_1559019121080026_3750571660975764304_n.jp acordou cedo. 5:10 manhã. Colocou a roupa sem espernear. Saímos mais cedo para chegar no horário marcado. Chegamos 10 minutos antes e ele ficou eufórico ao ver o ônibus estacionado na porta da escola. É interessante observar como eles apreciam brincar no percurso até o local. E sei que ele chegará muito contente, com os olhos brilhantes e o sorriso largo, contando detalhes das atividades do passeio. Tempo de infância feliz, com graça, brincadeiras, descobertas...criança que nos ensina a viver o momento com toda energia, a estar no agora com todo seu ser.

 

 

publicado às 10:48

Formatura Proerd

por Ivone Neto, em 26.11.15

Sim, eu fui, ou melhor, nós fomos. Cheguei á casa da minha irmã e ela já me esperava linda, banhada, cheirosa, com um sorriso de expectativa enorme, daqueles que enternecem nossos corações. De mãos dadas, caminhando pelas calçadas, perguntei se ela queria cantar um pouco pra ir ensaiando até a escola: “não mãe, quero fazer surpresa”.

Ela se lembrou das amoras que recentemente colhíamos neste caminho: “mãe só ano que vem tem amora de novo né?”.
Sim filha, no inverno. Final de julho, agosto, lembra?
“É mãe, é nesse tempo”
Sim filha, tudo tem um tempo.
“Ah mãe, tenho novidade, vi o pai e irmã da Isabela visitando minha escola. Tomara que ela estude lá ano que vem. Ah e acho que o irmão dela já nasceu”
Que bom filha, mais uma companhia. Sim, o bebê deve ter nascido.
“Vamos lá visitar?”
Em breve, ele acabou de chegar, deixa a mãe descansar e ele se integrar no novo espaço pra programarmos a vista tá bom?
“Sim, ela fica dolorida como você ficou quando o Arthur nasceu?”
E de repente o assunto mudou.
“Mãe estamos atrasadas?”
Olho a hora. E digo, fique tranquila, chegaremos no horário, ainda faltam 13 minutos.

Ela apressa o passo e eu também. E continua a falar das atividades da escola, do amigo chocolate da próxima semana, das amigas que brincam juntas no recreio, e penso como é bom andar proseando com a filha...e então chegamos e ela abre aquele sorriso ao ver outros colegas da sala chegando também.

O canto, a coreografia, o som do conjunto das vozes das crianças, a alegria das famílias, professoras, dos policiais e todos os participantes, as mensagens que tocam nosso coração e o que fica é um sentimento enorme de gratidão e a certeza de que compromisso, participação e amor, são elementos interligados nesse enredo da vida. E, para finalizar, recebo aquele abraço quando termina o evento e seu elogio: “mãe fiquei orgulhosa que você falou”

isaproerd.jpg

 

 

publicado às 17:08

Compromissos filha, compromissos mãe

por Ivone Neto, em 25.11.15

A Isa é muito dedicada com seus compromissos escolares. Amanhã tem evento do PROERD e ela fica ensaiando no banho, nas brincadeiras com suas bonecas e fica lembrando o horário: “mãe é quinta-feira às 10:00, você vai né?” Sim, eu vou Isa. Essa pergunta dela me vez lembrar um episódio da escola do pré da minha filha primogênita que hoje tem 21 anos. Fui à festa em comemoração ao Dia das Mães na escola e sai de lá com o coração despedaçado com o choro de uma menina pela ausência de sua mãe. Lembro que a professora tentava consolá-la dizendo que a mãe não tinha conseguido liberação no trabalho, no entanto, estava ali em pensamento e coração e que ela a amava muito. Olhei os olhos da Bruna brilhando ao me ver e as lágrimas da pequena menina ao fundo. E sabe aquele nó na garganta que nasce e te sufoca? Fui ao banheiro e comecei a chorar mesmo antes da apresentação.

A maternidade tem muitos desafios e conciliar as atividades não é tarefa fácil. No entanto, penso que falta sensibilidade em muitas empresas para compreender a necessidade das mães em estar presente na vida dos seus filhos em determinados momentos. Isso aconteceu há 17 anos e fico pensando em como essa cena pode estar se repetindo na vida de muitas crianças. Lembro também de ter ouvido de uma gerente de uma empresa que trabalhei quando me perguntou por determinada funcionária e eu respondi que tinha ido ao médico para consulta de pré-natal: “na gravidez já falta, imagine quando a criança nascer, é difícil”. É realmente difícil lidar com o turbilhão de acontecimentos da jornada maternal, exigem muito de nós mulheres como se fôssemos mulheres maravilhas, eu não tenho esse “super poder” para dar conta de tudo e penso que muitas mães também não. Querem que sejamos perfeitas e não somos. Vamos aprendendo com as diferentes situações. Só que compromisso escolar dos meus filhos é prioridade no meu calendário.


Já até ouvi em reunião escolar: “pra você é mais fácil porque trabalha por conta”. Foi uma escolha que fiz e assumo a dor e delícia de empreender e ter o privilégio da flexibilidade na minha agenda. É preciso responsabilidade, força e tantos outros elementos tangíveis e intangíveis para tocar empresa, família, casa e procurar tempo para, de vez em quando, curtir uma atividade só minha como caminhar, ler e ir ao teatro, o que, aliás, já planejei para primeira quinta-feira do mês 12/2015. Compromisso da Isa, compromisso da mãe, uma associação que faz muita diferença na sua vida. Amanhã às 10:00 estarei lá na plateia para assistir minha Isa e sua turma.

12270213_1521050504876888_1248154584_n.jpg

 Isa na festa cultural da escola. Apresentando a Gibiteca Turma da Mônica de sua turma

publicado às 12:54

Dia das Mães na escola

por Ivone Neto, em 11.05.15

É incrível ver o envolvimento das crianças nos preparativos para a comemoração do Dia das Mães. Arthur ainda é pequeno, tem 3 anos, mas entrega os presentes do dia com euforia. Tudo bem que ele comeu até o bolo que trouxe para mãe. Preparou na aula de culinária e só mostrou e devorou. E na sexta-feira o papai representou a mamãe na hora de receber o presente.

arthurepapai.jpg

A Isa, já com 6 anos me falou todos os dias do ensaio de uma música linda e que será surpresa. E lá vamos para escola assistir a apresentação das Mães, receber aquele abraço e o singelo presente com a marca da filha. Cada gesto simboliza essa teia de amor.

11212408_1441420159506590_1416369127_n.jpg

Desde cedo eles aprendem que homenagear as Mães é uma forma de demonstrar o carinho que sentem. E nosso coração fica cheio de gratidão em receber tanto AMOR.

publicado às 14:02

Transição do pré para o fundamental

por Ivone Neto, em 25.09.14

Ontem estive na penúltima reunião escolar do pré da minha Isa. É um processo de despedida que mescla diversos sentimentos.  É também uma transição para nossos pequenos que enfrentarão novos desafios da jornada. Esses momentos finais são carregados de emoção para todos os envolvidos. A proximidade com a equipe Raio de Luz sempre me transmitiu imensa confiança ampliada pela observação do laço afetivo que minha Isa tem com a escola.

 

Lembro-me de quando ela entrou na escola com 2 anos, das dificuldades iniciais do choro e do acolhimento da escola na sua adaptação com o novo ambiente escolar. O seu desenvolvimento a cada bimestre foi nos surpreendendo, vieram os passeios, as apresentações em dias festivos e tantas atividades nesse currículo que estimula o aprendizado de diversas formas. Ao longo desses 4 anos a Isa sempre chegou sorridente contando sobre os acontecimentos da aula.

 

Quando cheguei da reunião ontem e fomos conversar, eu contei que eu e outras mães e pais já estamos emocionados com a formatura e tudo que ela envolve. Ela ficou pensativa alguns instantes e disse:

Ah mãe, mas ano que vem eu vou lá ver a tia Fabi e todo mundo da Raio de Luz.
E eu respondo: Sim, Isa. Claro que vai.

publicado às 17:25

O primeiro passeio com a Escola

por Ivone Neto, em 15.04.11

A Isa foi ao circo. Um passeio que envolveu toda família. Ela tão pequena indo de ônibus com a turma da escola para o primeiro passeio ao circo. O tema foi trabalhado na Escola e tenho certeza que todas as crianças ficaram encantadas em ver ao vivo a turma da Mônica, os palhaços e as atividades circenses que são admiráveis.

Eu e minha Bruna a levamos no horário combinado na porta da Escola. A irmã de quase 17 anos (falta poucos dias para seu aniversário) parecia mais apreensiva do que eu. A Tia estava também preocupada. O pai pensando em como sua pequena se sairia. Eu confesso que também estava, assim, vamos dizer com o coração apertado. Ela foi saltitante e voltou mais saltitante ainda!  E vemos que no final nós “sofremos” enquanto ela se diverte.

Eu fiquei muito feliz em saber que ela se divertiu com seus amigos da escola e esteve todo tempo na presença da equipe da Escola. Essa relação de confiança é fundamental e é importante que as crianças participem desses eventos que estimulam a amizade, criatividade e aprendizado utilizando a linguagem lúdica como a do circo.

A Isa chegou feliz e ficamos todos felizes com sua alegria. Tomou banho e “apagou” em um sono profundo. Normalmente ela dorme a tarde e nessa última quinta-feira não teve sua soneca. Ela foi substituída por um passeio circense. E pelo visto, foi uma atividade muito divertida.

publicado às 12:51


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D