Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Isa, a asma, a sensibilidade

por Ivone Neto, em 28.03.19

Minha Isa tem asma. Associada a dermatite, sinusite e outras “ites” do pacote alérgico. Ela faz tratamento e as crises tem demorado mais. De vez em quando elas aparecem despertadas por algum fator que aciona a crise, ou fatores, já que são muitos. Morar em uma região poluída como a grande São Paulo já é por si só um fator explosivo. Já ouvi de vários médicos que o ideal seria morar na montanha ou mar. Sempre que vamos a praia observo como sua saúde integral melhora.

Como ainda não posso fazer essa mudança temos que procurar amenizar o máximo com ações em casa. No seu quarto tapete e cortina nem pensar. Bichos de pelúcia nunca. Os de panos que ficaram são lavados com frequência e tomam banho de sol. Animais de estimação como gatos e cachorros, que o Arthur tanto quer, nem pensar em casa. Cheiros fortes de produtos utilizados em limpeza ou perfumes, são venenos. Na alimentação ela também tem restrições, castanha, avelã, amendoim e todos os produtos com corantes e industrializados. E tem também o quesito emocional que conta muito. E no caso da Isa eu percebo muito isso.

Quando vem a crise persistente, daquelas em que a tosse e o cansaço não deixam ela dormir, quando o pescoço afunda, temos que correr ao hospital. Foi o que aconteceu essa semana, a crise de asma com peito chiando e junto a infecção de garganta. Daí são as inalações, antibióticos e antialérgicos com corticoides. As medicações a deixam tensa, mas o que mais a deixa triste é o fato de faltar as aulas. Mesmo antes do atestado vencer ela já quer retornar pra escola. E hoje ela volta com todo seu ânimo para estudar.

A asma exige cuidado contínuo. Hoje, com “quase 11 anos”, como ela anda dizendo, a Isa vai aprendendo a conviver com sua doença crônica. Ela agora começou a natação que tanto ama e acredito que a atividade recomendada pelo médico vai auxiliar muito. No caso da educação física na escola ela participa sim, exceto nos dias de crise. É importante essa participação e quando ela sente que está muito cansada encerra antes. Assim como nas brincadeiras de pega pega com as crianças. Acompanhar o passo de Maria de Fátima, sua vó, jamais. Ela mesma diz: “não dá pra andar com a vó Fátima.” E mesclando não e sim, ela segue sensível e aprendiz vencendo seus desafios cotidianos. E nós vamos acompanhando essa jornada.

31043882_2259697037374531_2975358656096239616_n.jp
Minha Isa tão aplicada na escola. Muito Amor

publicado às 13:32

Leitura compartilhada e inspiradora

por Ivone Neto, em 22.03.19

Desde segunda-feira meus filhos Isa e Arthur não tocaram no celular. Sim, uma nova regra lá em casa e a meta é familiar. Menos celular. Mais livros e brincadeiras. Ontem à noite, saio do banho e tem um menino esperando a mãe já com o gibi selecionado. Ele lê o primeiro trecho e diz: “mãe viu como estou lendo bem?” E meu coração transborda de alegria e ele recebe um xero e um abraço apertado. E sentamos junto para a leitura da noite. Nossas risadas ecoaram pela casa. Que divertido episódio da Turma da Mônica. E depois de concluir a leitura, momento da oração e antes de deitar ele já separou o livro que iremos ler hoje a noite. Uau!

Chegaram também livros infantis do Lázaro Ramos, Emicida e Maya Angelou. Arthur amou o caderno de rimas do João, tanto que levou hoje para escola para mostrar para professora. Ele tem gosto por rimar. Observar meu menino caçula pegando gosto pela leitura traz uma imensa gratidão para uma mãe amante dos livros. Ontem seu olhar sonhador quando lhe expliquei o quanto os livros nos possibilitam viajar por diferentes mundos foi inspirador. Quanta GRATIDÃO!

54256666_2857758190901743_3687308639992807424_n (1

os presentes livros do mês

 

publicado às 14:59

Arthur, o leitinho, o vômito

por Ivone Neto, em 11.03.19

E o leitinho ele gosta com chocolate. E o do pai é o melhor. Na sua ausência eu até faço e quando ele recebe já diz” mãe será que tá igual o do pai?” Eu tentei, respondo. E a resposta final é: “mãe não está igual do pai. O dele é melhor”. Tudo bem filho, cada um tem um jeito mesmo. “É mãe, mas eu tomei”

O leitinho manhã e noite. E hoje na manhã ele bateu e voltou. E veio a dor de barriga, a palidez e o vômito. Ele está prestes a completar 7 anos e foi a segunda vez que vomitou. A irmã Isa ficou ainda mais apavorada que ele com a cena. Observar a angústia do irmão causa na Isa uma dor imensa. Ficou junto o tempo todo, apoiando: “calma Tutu vai passar”. Depois que ele recobrou a cor, ela já estava ao lado com água para ele tentar tirar o gosto ruim da boca. Já firme ele recebeu abraços da irmã e mamãe. E, enfim conseguimos sair de casa para começar a semana de trabalho e escola.

Ao entrar no carro o pai notou: “Onde você vai com esse chocolate Isa?” Ela responde: vou levar chocolate e leite que tem em casa pra tia Lane pro Arthur nunca mais ficar ruim. E todos caímos na risada da sua forma engraçada e também ficamos comovidos com seu cuidado com o irmão.

27858916_2144100355600867_5024296033864883220_n.jp

 

publicado às 16:20


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D