Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As crianças e a quarentena

por Ivone Neto, em 05.04.20

É difícil o confinamento para as crianças. Tão afetuosos que são, adoram companhia, brincar ao ar livre e estar junto dos amigos. Sempre perguntam quando poderão ver aquele ou aquela amiga, que dia vão passear e quando as aulas voltarão, os churrascos, os passeios...

Isa sente muita falta da escola, da sala de aula, do barulho do intervalo, das brincadeiras, das explicações dos professores e de toda rotina escolar. Ela tem conseguido acompanhar as aulas virtuais. Não aprecia esse formato. Sente falta da interação. E até chora quando começa a falar das aulas.

Arthur não consegue acompanhar a aula virtual, prender a atenção dele é complicado. Como ele fica integral e isso é cansativo, a saudade que ele sente são de aulas pontuais como a de educação física, de música e de brincar com os amigos. Tenho feito com ele as atividades dos livros indicadas pela plataforma.

Cheio de energia, Arthur sente muita falta de jogar futebol, andar de bicicleta e poder brincar com os amigos vizinhos. Isa já sente ausência de receber as amigas aqui em casa e de ir passear com elas. Esse período de isolamento revela também o quanto é importante a presença e reforça, até pela dolorida saudade, os laços da família e amigos que eles sentem falta.

“Brincar sozinha não tem muita graça.”
“Que saudade da escola mãe”
“Que dia vou ver meu amigo?”
“Quando vou poder sair de casa?”

Frases que ainda não temos resposta. Não tem data definida. Só fazer nossa parte e esperar que o resultado do distanciamento seja positivo para diminuir o número de infectados. E que Deus nos abençoe nessa travessia. Amém!

66679027_3082875841723309_5927404800940441600_n.jp
os primos juntos na casa da tia Lane

 

publicado às 16:30

A família de amigos

por Ivone Neto, em 19.02.20

Durante uma conversa no trajeto de volta para casa, Arthur disse: “mãe o Kaique e o Maycon são amigos da família. Mãe temos uma família de amigos né?” Sim, temos sim filho. São laços do coração. É um grande presente ter amigos tão presentes. Arthur tem muito afeto por seus amigos. Sempre que temos algum evento, praia ou sítio, ele já pergunta se os meninos irão.

É muito bom observar o modo como ele aprecia a companhia dos seus amigos, é sinal de que a amizade será marca valiosa na sua caminhada. A Isa também tem um modo todo especial de cultivar amizade. Sua sensibilidade apurada é uma dádiva e percebo que suas relações são e serão cada vez mais refinadas.

Temos um grupo especial de família amigos. É uma bênção. Gratidão!

24799274_1530748917013351_279055354612561739_o.jpg
as crianças brincando na piscina de um dos sítios.

publicado às 11:31

O domingo dos primos e amigo

por Ivone Neto, em 19.09.16

A folga do meu irmão Henrique é todo domingo. Esse é o dia que ele fica com o João, seu filho. João é de março, Arthur de abril. 4 anos. Um das Águas, outro do Fogo. E penso que nem preciso dizer de quem é o menino do segundo elemento. Eles adoram brincar juntos.

Ontem, deixei o Arthur cedo na casa de mãe, ele ficou lá esperando a chegada do João e do tio Hique. Eles almoçaram a deliciosa comida da vó Fátima. Foram passear com o tio Hique. Brincaram muito, tomaram sorvete e eu fui encontrá-los depois do almoço na companhia do Gui e minha amiga-vizinha. O som do Rock contagiou mais ainda a diversão. Água, sorvete, sujeira, palhaçada, dança, livraria, caminhada para casa. João não gosta de despedida, o Uber chegou e ele não queria deixar o primo pintando sozinho no sofá. Arthur tomou banho e mergulhou no sono profundo. Acordou procurando o João e o Gui. Sonhava com os momentos recentes.

primos.jpg
Faltou o Gui na foto. Essas imagens foram clicadas pelo meu irmão Henrique antes de chegarmos. Não dá nem tempo clicar os três brincando, correndo, só mesmo observar e curtir. E, claro tirar as pedras do ouvido do Arthur kkk

publicado às 14:51

Feriadão com as crianças

por Ivone Neto, em 10.02.16

A Isa recebeu os amigos em casa no carnaval. E como ela adora a companhia amizade. Minha menina das águas é também muito carinhosa com quem cativa seu coração. Ela compartilha brincadeiras no parque, no quintal, no seu quarto, na piscina. E Arthur, o menor, também entra na folia. Corre daqui, corre dali, pulos, gargalhadas, imaginação, diversão, detalhes de horas infantis que observo com o coração cheio de gratidão.

E o feriado terminou assim, com lembranças de dias quentes, risadas, água, churras, rede, família, amigos e a sensação de que o movimento da vida, sempre, por todo sempre, é um presente para aprendermos com as vivências do cotidiano.

casacarnaval.jpg

 

publicado às 18:42

Natal com família

por Ivone Neto, em 27.12.09

 

Minha Isa está levada e cada dia mais esperta. No Natal passado ela mamava, esse já não mais. No Natal passado ela estava sentando, nesse correndo e falando. Sim, ela já forma frases “a uva caiu”. E como ela ama uva. E ela estava lá enfeitando a mesa da ceia simples e cheia de amor que reúne a família na noite de Natal.

Minha Bruna também está crescendo. Tornando-se cada dia melhor e ampliando suas experiências e aprendizados dessa fase tão importante que é a adolescência. Em 1 ano muita coisa passou. No balanço geral, o melhor que posso dizer é que ela está amadurecendo e, certamente, no próximo Natal estarei aqui escrevendo sobre sua evolução.

Meus irmãos estão seguindo seu caminho. Cada um com seu jeito, seus sonhos, suas trajetórias. E como é maravilhoso acompanhar o crescimento de todos e ver que cada passo é fundamental para cada um escrever sua história. E quantas histórias especiais acontecem no Natal de todos os tempos. E no tempo de cada ano vamos construindo os capítulos de nosso livro vida.

Minhas filhas são exemplos todos os dias do quanto podemos desenvolver nossa capacidade de aprender e melhorar sempre. Ser mãe é servir com tanto amor que não há como medir. Sentir e viver esse amor me traz a sensação de expansão.

publicado às 22:57


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D